TOP Destinos

Compartilhar:

SalzburgoSalzburgo

 
Avalie esse destino:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas

Cinco colinas, um rio e alguns laguinhos cercam e enfeitam Salzburgo, cidade encravada nos Alpes austríacos e famosa por ser a terra natal de Mozart. Não é exagero supor que a beleza dessa paisagem do entorno tenha ajudado a inspirar o compositor, um dos grandes gênios da humanidade. Hoje, a cidade tem um patrimônio histórico impressionante e respira música – da melhor qualidade – em todas as esquinas. Inspire-se.

 

Ikarus - Hangar 7

Salzburg Airport, Innsbrucker Bundesstraße, Salzburgo, Áustria

A cada mês, um chef top é convidado para comandar este restaurante instalado num hangar do aeroporto. Em junho de 2016, por exemplo, é a vez do francês Alexandre Couillon, e em julho, do austríaco Eckart Witzigmann, o dono da ideia.

VISITE O SITE
 

Esszimmer

Müllner Hauptstraße 33, Salzburgo, Áustria

A casa do chef Andreas Kaiblinger, com uma estrela Michelin, é moderna por dentro e com cardápio francês clássico com toques locais. Há vários menus diferentes, começando do mais simples ao completo, o menu do chef.

VISITE O SITE
 

Jazz It

Elisabethstraße 11, Salzburgo, Áustria

Jazz ao vivo, cerveja e petiscos. No bar mais cool da cidade, o forte nem é tanto a comida, mas sim o ambiente. No verão, o jardim abre para os drinques ao ar livre.

VISITE O SITE

 

Sacher Salzburg

Schwarzstraße 5-7, Salzburgo, Áustria

Em frente ao Rio Salzach, o hotel fica em um palacete construído em 1866 e é irmão do Sachen de Viena, onde foi criada a famosa torta de chocolate. Oferece programas especiais para crianças.

VISITE O SITE
 

Schloss Mönchstein

Mönchsberg 27A, 5020 Salzburg, Áustria

A localização privilegiada deste que é um dos hotéis mais luxuosos da Áustria permite vistas fantásticas da cidade. A suíte Maria Theresia, com 75 m2, tem grandes janelas inspiradas em projetos de Leonardo da Vinci.

VISITE O SITE
 

Schloss Leopoldskron

Leopoldskronstraße 56-58, Salzburgo, Áustria

Ocupando o suntuoso palácio Leopoldskron, do século 17, este hotel aparece em várias cenas do filme A Noviça Rebelde. Os quartos, amplos e modernos, dão vista para jardins, fontes e um lago belíssimo.

VISITE O SITE

  1. Caminhar pela cidade velha, cheia de igrejas e construções dos séculos 17 e 18. A Getreidegasse é a rua mais famosa, e nela fica a Geburtshaus, a casa onde Wolfgang Amadeus Mozart nasceu em 1756.
  2. Assistir a um festival de música – a cidade sedia vários ao longo do ano, sendo o mais famoso deles o Salzburger Festspiele, entre julho e agosto — o mais importante do mundo da música clássica.
  3. Visitar o Schloss Mirabell, palácio em estilo barroco do século 18 com jardins fabulosos criados por Lukas von Hildebrandt.
  4. Encantar-se com as engenhosas fontes e saídas de água dos jardins do Schloss Hellbrunn, no sul da cidade, palácio construído no século 17 para ser uma residência de verão.
  5. Subir até Festung Hohensalzburg, a fortaleza que domina a paisagem da cidade, no alto de uma montanha de 500 metros e cuja história teve início no século 12. A vista do alto é de tirar o fôlego.
  6. Chegar ao topo do Mönchsberg, com 507 metros, outra das cinco montanhas de Salzburgo. Lá no alto, há mais castelos e construções históricas.
  7. Tentar a sorte no cassino do Schloss Klessheim, um belo palácio barroco.
  8. Visitar a coleção da Residenzgalerie, na Alte Residenz, que inclui mestres como Rembrandt e Carel Fabritius.
  9. Conhecer a residência da família de Mozart, a Mozarts Wohnhaus, e imaginar o pequeno gênio nos cômodos da casa.
  10. Tomar uma caneca de cerveja nas barracas da Augustinerbräu, em Mülln. Você pode levar sua própria comida, como os austríacos fazem.

  1. A confusão da língua, que logo se dissipa pela enorme quantidade de guias e turistas de várias partes do mundo.
  2. O excesso de ofertas para passeios inspirados no filme A Noviça Rebelde (Sound of Music). Você pode fazer os roteiros por conta própria com mais liberdade.
  3. A grosseria dos garçons nos locais mais turísticos, especialmente no verão.
  4. O fundo musical com obras de Mozart por toda parte.
  5. O frio. Afinal, estamos nos Alpes.

A cidade natal de Mozart e cenário do filme A Noviça Rebelde também é lembrada por:

  • Ser a quarta maior cidade da Áustria e a capital do estado de mesmo nome.
  •  Ter seu centro histórico barroco tombado como Patrimônio Mundial da Humanidade.
  •  Ter sido ocupada por celtas antes de virar uma cidade sob domínio romano no ano 45 d.C., então chamada Juvavum.
  •  Ter sido um centro do Iluminismo no final do século 18, a época de Mozart.
  •  Abrigar três universidades importantes e ser uma cidade estudantil.
  •  Ser a cidade natal também do maestro Herbert von Karajan e do cientista Christian Doppler.

Os ingressos para o festival de Salzburgo são raros e caros. Mas é possível assistir a apresentações eruditas de altíssimo nível sem muitas filas – e melhor, o ano todo – no Mozarteum, um dos conservatórios mais aclamados do mundo. Os melhores músicos do mundo vêm aqui para se graduar ou passar uma temporada, e há apresentações quase todos os dias. Confira em www.unimozarteum.at.

Cultura

Gastronomia

Ikarus - Hangar 7

Salzburg Airport, Innsbrucker Bundesstraße, Salzburgo, Áustria

Esszimmer

Müllner Hauptstraße 33, Salzburgo, Áustria

Jazz It

Elisabethstraße 11, Salzburgo, Áustria

Hospedagem

Sacher Salzburg

Schwarzstraße 5-7, Salzburgo, Áustria

Schloss Mönchstein

Mönchsberg 27A, 5020 Salzburg, Áustria

Schloss Leopoldskron

Leopoldskronstraße 56-58, Salzburgo, Áustria

Noite

Consumo

Esportes

Música

Pontos Turísticos

10 coisas que você deve fazer

  1. Caminhar pela cidade velha, cheia de igrejas e construções dos séculos 17 e 18. A Getreidegasse é a rua mais famosa, e nela fica a Geburtshaus, a casa onde Wolfgang Amadeus Mozart nasceu em 1756.
  2. Assistir a um festival de música – a cidade sedia vários ao longo do ano, sendo o mais famoso deles o Salzburger Festspiele, entre julho e agosto — o mais importante do mundo da música clássica.
  3. Visitar o Schloss Mirabell, palácio em estilo barroco do século 18 com jardins fabulosos criados por Lukas von Hildebrandt.
  4. Encantar-se com as engenhosas fontes e saídas de água dos jardins do Schloss Hellbrunn, no sul da cidade, palácio construído no século 17 para ser uma residência de verão.
  5. Subir até Festung Hohensalzburg, a fortaleza que domina a paisagem da cidade, no alto de uma montanha de 500 metros e cuja história teve início no século 12. A vista do alto é de tirar o fôlego.
  6. Chegar ao topo do Mönchsberg, com 507 metros, outra das cinco montanhas de Salzburgo. Lá no alto, há mais castelos e construções históricas.
  7. Tentar a sorte no cassino do Schloss Klessheim, um belo palácio barroco.
  8. Visitar a coleção da Residenzgalerie, na Alte Residenz, que inclui mestres como Rembrandt e Carel Fabritius.
  9. Conhecer a residência da família de Mozart, a Mozarts Wohnhaus, e imaginar o pequeno gênio nos cômodos da casa.
  10. Tomar uma caneca de cerveja nas barracas da Augustinerbräu, em Mülln. Você pode levar sua própria comida, como os austríacos fazem.

5 coisas que você não pode evitar

  1. A confusão da língua, que logo se dissipa pela enorme quantidade de guias e turistas de várias partes do mundo.
  2. O excesso de ofertas para passeios inspirados no filme A Noviça Rebelde (Sound of Music). Você pode fazer os roteiros por conta própria com mais liberdade.
  3. A grosseria dos garçons nos locais mais turísticos, especialmente no verão.
  4. O fundo musical com obras de Mozart por toda parte.
  5. O frio. Afinal, estamos nos Alpes.

O que há de especial

A cidade natal de Mozart e cenário do filme A Noviça Rebelde também é lembrada por:

  • Ser a quarta maior cidade da Áustria e a capital do estado de mesmo nome.
  •  Ter seu centro histórico barroco tombado como Patrimônio Mundial da Humanidade.
  •  Ter sido ocupada por celtas antes de virar uma cidade sob domínio romano no ano 45 d.C., então chamada Juvavum.
  •  Ter sido um centro do Iluminismo no final do século 18, a época de Mozart.
  •  Abrigar três universidades importantes e ser uma cidade estudantil.
  •  Ser a cidade natal também do maestro Herbert von Karajan e do cientista Christian Doppler.

TOP

Os ingressos para o festival de Salzburgo são raros e caros. Mas é possível assistir a apresentações eruditas de altíssimo nível sem muitas filas – e melhor, o ano todo – no Mozarteum, um dos conservatórios mais aclamados do mundo. Os melhores músicos do mundo vêm aqui para se graduar ou passar uma temporada, e há apresentações quase todos os dias. Confira em www.unimozarteum.at.

  •   Todos

  •   Cultura

  •   Gastronomia

  •   Hospedagem

  •   Noite

  •   Consumo

  •   Esporte

  •   Música

  •   Pontos
    turísticos
Avalie esse destino:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas

Instagram

Marque suas fotos com a localização e a hashtag #topdestinos para aparecer no nosso mural.

Leia Também

 

Tel Aviv

 

Tel Aviv

Não fosse a língua, você poderia se sentir em Miami ou Barcelona, uma dessas cidades à beira-mar que transpiram uma cultura jovem, com pressa de mudança, colorida, insone. Mas Tel Aviv pertence a um país…

 

Côte d’Azur

 

Côte d’Azur

Côte d’Azur, Costa Azul, Riviera Francesa. Seja qual for o nome, é quase um sinônimo de mar de beleza profunda, céu aberto, eventos famosos e muita, muita riqueza e sofisticação. A faixa de litoral no…

 

Punta del Este

 

Punta del Este

Punta del Este é um dos balneários internacionais mais queridinhos dos brasileiros. Enrole a pashmina no pescoço, vista seu chapéu estilo Panamá e curta o verão como os hermanos uruguaios fazem – e muito bem!

  •   Todos

  •   Cultura

  •   Gastronomia

  •   Hospedagem

  •   Noite

  •   Consumo

  •   Esporte

  •   Música

  •   Pontos
    turísticos