TOP Destinos

Compartilhar:

UruguaiMontevidéu

 
Avalie esse destino:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas

Com seus prédios centenários e seu grande contingente de aposentados, a capital uruguaia tem um quê de decadência que não escapa ao primeiro olhar do visitante. Trata-se, porém, da metrópole latino-americana de melhor qualidade de vida e da mais avançada de todas no reconhecimento dos direitos civis – aprovou o divórcio em 1907 e legalizou a maconha em 2013, por exemplo. Parece viver à sombra de Buenos Aires, que fica na outra margem do Prata, mas atravessou a crise econômica mundial dos últimos anos com muito mais galhardia. Tem um Mercado do Porto com porte de estação de trem inglesa e uma orla fluvial tão grandiosa quanto a banhada por mar. Ah, sim, é também uma cidade de ponta em vários quesitos gastronômicos, como a parrillada em fogo de lenha, o doce de leite e o vinho tannat.

 

Francis

Informática Carrasco, Avenida A. Arocena 1692, Montevidéu, Uruguai

Embora se defina como uma “parrilla gourmet”, destaca-se mais pelos ótimos risotos e frutos do mar, acompanhados por uma carta de vinhos de mais de 300 rótulos. Tem dois endereços na cidade.

VISITE O SITE
 

Tandory

Libertad 2851, Montevideo, Montevidéu, Uruguay

Cozinha criativa, que faz uma releitura de pratos tradicionais com toques asiáticos. O chef Gabriel Coquel tem prazer em explicar as receitas e ajudar na escolha dos clientes.

VISITE O SITE
 

El Palenque

Perez Castellano 1579, Montevidéu, Uruguai

Uma das mais tradicionais parrillas do Mercado do Porto, serve carnes de primeira, grelhadas no ponto pedido. O bife ancho e o assado de tira são fantásticos.

VISITE O SITE

 

Sofitel Carrasco

Rambla República de México 6451, Montevideo, Montevidéu, Uruguai

Instalado num prédio centenário, em frente ao Rio da Prata, passou por uma minuciosa restauração poucos anos atrás e voltou a ter o brilho de antes. Abriga o cassino mais tradicional da cidade e um spa completo.

VISITE O SITE
 

Belmont House

Avenida General Rivera 6512, Montevideo, Montevidéu, Uruguay

Apesar da construção moderna, de dois pavimentos, é uma mansão com decoração clássica, de inspiração inglesa, com apenas 24 suítes. Fiel a esse estilo, mantém um agradável salão de chá com vista para os jardins.

VISITE O SITE
 

Axsur

Misiones 1260, Montevidéu, Uruguai

Hotel de design, recentemente inaugurado, que fica na região da Cidade Velha, com vista para o Prata. Destaca-se pelos quartos amplos, com banheira, e pela boa oferta de serviços, incluindo aulas de tango e sessões de ioga.

VISITE O SITE

  1. Caminhar pelas ramblas, as grandes avenidas costeiras da cidade, que se estendem por 20 km, entremeadas por bares, restaurantes, praças e calçadões. O trecho mais movimentado fica no bairro de Pocitos.
  2. Explorar o Mercado do Porto, a maior atração local, cuja estrutura metálica – importada da Inglaterra, em 1868 – lembra uma estação de trem. O forte do mercado são as churrascarias típicas, mas há também bares, lojas de suvenires e ateliês de arte.
  3. Passear no Parque Rodó, uma enorme área verde com bares, restaurantes, cassino e campo de golfe.
  4. Assistir a um show de tango no Primuseum, que também se destaca pelo menu de quatro entradas, prato principal (baby beef ou cordeiro), sobremesa e vinho tannat à vontade.
  5. Perambular pela Cidade Velha, repleta de construções históricas. Visite a Catedral e pegue o elevador até o 22º andar do prédio da Intendência (prefeitura) para ter uma visão panorâmica da cidade.
  6. Fazer uma degustação de vinhos no Establecimiento Juanicó, a maior vinícola uruguaia, que fica em Canelones, a 40 km de Montevidéu. Ou na Bodega Bouza, a 15 km.
  7. Caçar pequenos tesouros entre as quinquilharias expostas na feira de antiguidades Tristán Narvaja, que acontece aos domingos de manhã, na Cidade Velha.
  8. Assistir a alguma apresentação no Teatro Solís (veja a programação em teatrosolis.org.uy). Inaugurado em 1856, o teatro é um ícone da cidade.
  9. Visitar o Palacio Taranco, hoje transformado no Museu de Artes Decorativas, que pertenceu a uma aristocrática família local. O palacete, de 1910, mantém o mobiliário e as obras de arte originais.
  10. Emocionar-se no Museo Andes 1972, dedicado ao dramático acidente com o avião que levava a equipe uruguaia de rugby para uma competição no Chile. Isolados na montanha gelada, os sobreviventes tiveram de recorrer ao canibalismo para não sucumbir.

  1. Um certo ar de decadência em algumas áreas da cidade.
  2. O incômodo de muitos bares e restaurantes não aceitarem cartão de crédito.
  3. O fechamento de lojas e atrações da Cidade Velha já no sábado à tarde.
  4. O vinho tannat, o doce de leite, o mate e o churrasco na lenha: eles estão por toda parte.
  5. A semelhança, em muitos aspectos, com Buenos Aires. As duas cidades dividem o idioma, o Rio da Prata, o culto ao tango e a paixão pela parrilla.

Além de ser a capital do Uruguai, Montevidéu é conhecida por:

  • Abrigar mais da metade da população uruguaia em sua área metropolitana, que tem 1,7 milhão de habitantes.
  • Ser a sede administrativa do Mercosul e da Aladi (Associação Latinoamericana de Integração).
  • Ter o melhor índice de qualidade de vida da América Latina.
  • Ser pioneira no reconhecimento de vários direitos civis. Foi a primeira capital da América Latina a aprovar o divórcio (em 1907), a legalizar uniões civis entre pessoas do mesmo sexo (2007) e a permitir o cultivo e venda de maconha (2013).
  • Ter sido conquistada por Portugal em 1817 e nomeada capital da República Cisplatina. Depois, a região passou às mãos do Império brasileiro e conseguiu a independência em 1828.
  • Ter sido cenário de um dramático episódio da Segunda Guerra, o cerco ao encouraçado alemão Graf Spree. O navio havia se refugiado no porto de Montevidéu ao fugir de três cruzadores ingleses, mas o governo uruguaio exigiu a sua saída. O comandante nazista, Hans Langsdorff, ordenou o desembarque de seu homens e afundou o navio. Em seguida, rumou para Buenos Aires e se matou num quarto de hotel.

Já ouviu falar em candombe? É um ritmo uruguaio bem interessante, que lembra a salsa cubana, mas com uma pegada jazzística, meio afro. As apresentações mais bacanas acontecem nas madrugadas de domingo no tradicional Bar Fun Fun (Soriano 922), depois dos shows de tango. Por volta da uma da manhã, a turistada vai embora e os locais fazem a festa. Fique também.

Cultura

Gastronomia

Francis

Informática Carrasco, Avenida A. Arocena 1692, Montevidéu, Uruguai

Tandory

Libertad 2851, Montevideo, Montevidéu, Uruguay

El Palenque

Perez Castellano 1579, Montevidéu, Uruguai

Hospedagem

Sofitel Carrasco

Rambla República de México 6451, Montevideo, Montevidéu, Uruguai

Belmont House

Avenida General Rivera 6512, Montevideo, Montevidéu, Uruguay

Axsur

Misiones 1260, Montevidéu, Uruguai

Noite

Consumo

Esportes

Música

Pontos Turísticos

10 coisas que você deve fazer

  1. Caminhar pelas ramblas, as grandes avenidas costeiras da cidade, que se estendem por 20 km, entremeadas por bares, restaurantes, praças e calçadões. O trecho mais movimentado fica no bairro de Pocitos.
  2. Explorar o Mercado do Porto, a maior atração local, cuja estrutura metálica – importada da Inglaterra, em 1868 – lembra uma estação de trem. O forte do mercado são as churrascarias típicas, mas há também bares, lojas de suvenires e ateliês de arte.
  3. Passear no Parque Rodó, uma enorme área verde com bares, restaurantes, cassino e campo de golfe.
  4. Assistir a um show de tango no Primuseum, que também se destaca pelo menu de quatro entradas, prato principal (baby beef ou cordeiro), sobremesa e vinho tannat à vontade.
  5. Perambular pela Cidade Velha, repleta de construções históricas. Visite a Catedral e pegue o elevador até o 22º andar do prédio da Intendência (prefeitura) para ter uma visão panorâmica da cidade.
  6. Fazer uma degustação de vinhos no Establecimiento Juanicó, a maior vinícola uruguaia, que fica em Canelones, a 40 km de Montevidéu. Ou na Bodega Bouza, a 15 km.
  7. Caçar pequenos tesouros entre as quinquilharias expostas na feira de antiguidades Tristán Narvaja, que acontece aos domingos de manhã, na Cidade Velha.
  8. Assistir a alguma apresentação no Teatro Solís (veja a programação em teatrosolis.org.uy). Inaugurado em 1856, o teatro é um ícone da cidade.
  9. Visitar o Palacio Taranco, hoje transformado no Museu de Artes Decorativas, que pertenceu a uma aristocrática família local. O palacete, de 1910, mantém o mobiliário e as obras de arte originais.
  10. Emocionar-se no Museo Andes 1972, dedicado ao dramático acidente com o avião que levava a equipe uruguaia de rugby para uma competição no Chile. Isolados na montanha gelada, os sobreviventes tiveram de recorrer ao canibalismo para não sucumbir.

5 coisas que você não pode evitar

  1. Um certo ar de decadência em algumas áreas da cidade.
  2. O incômodo de muitos bares e restaurantes não aceitarem cartão de crédito.
  3. O fechamento de lojas e atrações da Cidade Velha já no sábado à tarde.
  4. O vinho tannat, o doce de leite, o mate e o churrasco na lenha: eles estão por toda parte.
  5. A semelhança, em muitos aspectos, com Buenos Aires. As duas cidades dividem o idioma, o Rio da Prata, o culto ao tango e a paixão pela parrilla.

O que há de especial

Além de ser a capital do Uruguai, Montevidéu é conhecida por:

  • Abrigar mais da metade da população uruguaia em sua área metropolitana, que tem 1,7 milhão de habitantes.
  • Ser a sede administrativa do Mercosul e da Aladi (Associação Latinoamericana de Integração).
  • Ter o melhor índice de qualidade de vida da América Latina.
  • Ser pioneira no reconhecimento de vários direitos civis. Foi a primeira capital da América Latina a aprovar o divórcio (em 1907), a legalizar uniões civis entre pessoas do mesmo sexo (2007) e a permitir o cultivo e venda de maconha (2013).
  • Ter sido conquistada por Portugal em 1817 e nomeada capital da República Cisplatina. Depois, a região passou às mãos do Império brasileiro e conseguiu a independência em 1828.
  • Ter sido cenário de um dramático episódio da Segunda Guerra, o cerco ao encouraçado alemão Graf Spree. O navio havia se refugiado no porto de Montevidéu ao fugir de três cruzadores ingleses, mas o governo uruguaio exigiu a sua saída. O comandante nazista, Hans Langsdorff, ordenou o desembarque de seu homens e afundou o navio. Em seguida, rumou para Buenos Aires e se matou num quarto de hotel.

TOP

Já ouviu falar em candombe? É um ritmo uruguaio bem interessante, que lembra a salsa cubana, mas com uma pegada jazzística, meio afro. As apresentações mais bacanas acontecem nas madrugadas de domingo no tradicional Bar Fun Fun (Soriano 922), depois dos shows de tango. Por volta da uma da manhã, a turistada vai embora e os locais fazem a festa. Fique também.

  •   Todos

  •   Cultura

  •   Gastronomia

  •   Hospedagem

  •   Noite

  •   Consumo

  •   Esporte

  •   Música

  •   Pontos
    turísticos
Avalie esse destino:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas

Instagram

Marque suas fotos com a localização e a hashtag #topdestinos para aparecer no nosso mural.

Leia Também

 

Paris

 

Paris

  Paris é aquela cidade quase sinônimo de romance. Encabeça listas fofas como “melhores lugares para lua-de-mel” ou “destinos para fugir a dois”. Mas isso é reduzir um pouco os poderes da capital francesa. Ela…

 

New Orleans

 

New Orleans

A magia de New Orleans é tão intensa que nem mesmo uma imensa tragédia, a passagem do furacão Katrina em 2005, foi capaz de abalar. A cidade, a maior do estado da Louisiana, sofreu muito,…

 

Xangai

 

Xangai

De vila de pescadores, esquecida até os anos 1990, à megacidade atual, Xangai espanta o mundo. Com mais de 17 milhões de habitantes, a cidade passa por uma verdadeira revolução urbanística e arquitetônica. Os prédios…

  •   Todos

  •   Cultura

  •   Gastronomia

  •   Hospedagem

  •   Noite

  •   Consumo

  •   Esporte

  •   Música

  •   Pontos
    turísticos