TOP Destinos

Compartilhar:

#amsterda #amsterdan #holandaAmsterdã

 
Avalie esse destino:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas

Uma cidade além do seu tempo, que inova e realiza utopias sem alarde. Amsterdã é assim desde que implantou um engenhoso sistema de diques, canais e ilhas artificiais para poder se expandir, desafiando as marés – e isso foi há mais de 400 anos. Seu principal meio de transporte, porém, não são os barcos, mas as bicicletas, que desfilam pelas ruas e mais de mil pontes.

Tudo parece natural em Amsterdã. Fumar maconha, por exemplo (desde que nos coffee shops autorizados ou em ambientes particulares). Ou sexo pago (com direito a escolher a dama da noite em alguma vitrine do Bairro da Luz Vermelha). Quem quiser uma coisa ou outra, só precisa cumprir as regras estabelecidas. Quem tiver outros interesses, curte a atmosfera de liberdade, sem igual no mundo.

 

&Samhoud Places

Oosterdokskade 5, Amsterdam, Netherlands

Restaurante soberbo, capaz de atender aos paladares mais variados com um cardápio relativamente enxuto. Oferece dois menus-degustação (um deles vegetariano) e pratos a la carte. Ostenta duas estrelas Michelin.

VISITE O SITE
 

Ciel Bleu

Ferdinand Bolstraat 333, Amsterdam, Netherlands

Requintada cozinha internacional que valoriza os ingredientes frescos da estação, mas sem abrir mão de iguarias importadas. Fica no 23º andar do hotel Okura, com vista esplêndida da cidade. Tem duas estrelas Michelin.

VISITE O SITE
 

The Pantry

Leidsekruisstraat 21, Amsterdam, Netherlands

Vamos combinar: os melhores restaurantes de Amsterdã servem pratos franceses, internacionais, italianos etc. Mas se você quiser provar a culinária local (com muita batata e carnes defumadas), esta é a opção mais interessante.

VISITE O SITE

 

Waldorf Astoria Amsterdam

Herengracht 542-556, Amsterdam, Netherlands

Hotel mais luxuoso da cidade, ocupa seis edifícios do século 17 e 18 tombados pela Unesco, à beira do canal Herengracht. A suíte Van Loon, de 101 metros quadrados, tem spa privado.

VISITE O SITE
 

Conservatorium

Van Baerlestraat 27, Amsterdam, Netherlands

O nome se deve ao edifício original, de cem anos atrás, onde funcionava um conservatório. A reforma recente preservou a fachada imponente e dotou o interior com uma primorosa decoração contemporânea. Fica na mesma praça dos museus Van Gogh e Rijksmuseum.

VISITE O SITE
 

Mauro Mansion

Geldersekade 16, Amsterdam, Netherlands

Hotel pequeno e charmoso, além de muito confortável, localizado no centro histórico. O fato de ter apenas nove quartos permite um atendimento caloroso.

VISITE O SITE

  1. Passear de barco pelos canais. Aproveite um dia de sol e escolha uma excursão mais longa, para ter uma boa ideia da cidade.
  2. Admirar a maior coleção de telas e desenhos de Van Gogh no museu que leva o nome do genial – e atormentado – pintor.
  3. Explorar o Rijksmuseum, que reúne obras-primas dos outros dois grandes mestres holandeses da pintura: Rembrandt e Vermeer.
  4. Visitar ainda o Hermitage Amsterdam, filial do imenso museu de São Petersburgo, na Rússia. Além desses três museus fundamentais, Amsterdã tem muitos outros, dedicados aos assuntos mais variados – como o museu do cinema, o da maconha, o do diamante, o de malas e bolsas…
  5. Passar uma tarde inteira no Voldenpark, o parque público mais bonito de Amsterdã. Como os locais fazem.
  6. Conhecer a casa onde Anne Frank, a família dela e outras quatro pessoas judias passaram dois anos escondidos dos nazistas, durante a Segunda Guerra. Se você ainda não leu O Diário de Anne Frank, sobre esse dramático episódio, leia antes de viajar.
  7. Assistir a um concerto no Concertgebow, uma das salas de melhor acústica do mundo. Vale a pena conferir a programação e comprar o ingresso com antecedência. Para quem gosta de jazz, a dica é ir ao Bumhuis.
  8. Caminhar sem destino pelo Jordaan, um dos bairros mais antigos da cidade, repleto de galerias de arte, cafés e bares descolados.
  9. Conferir a suntuosidade do Palácio Real, uma magnífica construção neoclássica de 350 anos. A família real vive em outro palácio e reserva este para convidados ilustres.
  10. Voltar à infância – ou levar as crianças – no Efteling, um parque de diversões com seis montanhas-russas e outras grandes atrações.

  1. A língua incompreensível à primeira audição. Leve um dicionário de bolso, mas não se preocupe tanto: muitos holandeses falam inglês.
  2. O labirinto de ruas, pontes e canais, que pode comprometer seu senso de direção. Se não quiser correr esse risco, leve sempre um mapa nas caminhadas ou pedaladas.
  3. A tentação de ver mais museus do que você é capaz, sem se cansar. Deixe alguns para a próxima viagem.
  4. A sensação de que a cidade onde você vive no Brasil está parada no tempo…
  5. Um certo ar blasé dos locais, já que tudo é muito natural em Amsterdã.

Além de ser uma das cidades mais avançadas do mundo, Amsterdã é conhecida por:

  • Ter mais de 100 km de canais e 90 ilhas. Não à toa, é chamada de Veneza do Norte (como muitas outras, diga-se).
  • Ser a maior cidade da Holanda e ter status de capital, embora a sede do governo e a residência da família real fiquem em Haia. Vai entender…
  • Ser a sede do Ajax, um dos grandes times da Europa, onde nasceu o revolucionário carrossel holandês dos anos 1970, o sistema de jogo criado pelo técnico Rinus Mitchels.

Ir ao pub Browerij (na rua Funenkad 7), que funciona aos pés de um legítimo moinho de vento e fabrica de forma artesanal a própria cerveja, muito apreciada pelos locais. O lugar ainda não foi descoberto pelos turistas. Caso você seja um grande fã da bebida, porém, vale a pena alugar um carro e ir até Berkel-Enschot, 100 km ao sul de Amsterdã, para visitar Koningshoeven, a mais tradicional cervejaria trapista – ou seja, feita com a supervisão de monges trapistas – da Holanda.

Cultura

Gastronomia

&Samhoud Places

Oosterdokskade 5, Amsterdam, Netherlands

Ciel Bleu

Ferdinand Bolstraat 333, Amsterdam, Netherlands

The Pantry

Leidsekruisstraat 21, Amsterdam, Netherlands

Hospedagem

Waldorf Astoria Amsterdam

Herengracht 542-556, Amsterdam, Netherlands

Conservatorium

Van Baerlestraat 27, Amsterdam, Netherlands

Mauro Mansion

Geldersekade 16, Amsterdam, Netherlands

Noite

Consumo

Esportes

Música

Pontos Turísticos

10 coisas que você deve fazer

  1. Passear de barco pelos canais. Aproveite um dia de sol e escolha uma excursão mais longa, para ter uma boa ideia da cidade.
  2. Admirar a maior coleção de telas e desenhos de Van Gogh no museu que leva o nome do genial – e atormentado – pintor.
  3. Explorar o Rijksmuseum, que reúne obras-primas dos outros dois grandes mestres holandeses da pintura: Rembrandt e Vermeer.
  4. Visitar ainda o Hermitage Amsterdam, filial do imenso museu de São Petersburgo, na Rússia. Além desses três museus fundamentais, Amsterdã tem muitos outros, dedicados aos assuntos mais variados – como o museu do cinema, o da maconha, o do diamante, o de malas e bolsas…
  5. Passar uma tarde inteira no Voldenpark, o parque público mais bonito de Amsterdã. Como os locais fazem.
  6. Conhecer a casa onde Anne Frank, a família dela e outras quatro pessoas judias passaram dois anos escondidos dos nazistas, durante a Segunda Guerra. Se você ainda não leu O Diário de Anne Frank, sobre esse dramático episódio, leia antes de viajar.
  7. Assistir a um concerto no Concertgebow, uma das salas de melhor acústica do mundo. Vale a pena conferir a programação e comprar o ingresso com antecedência. Para quem gosta de jazz, a dica é ir ao Bumhuis.
  8. Caminhar sem destino pelo Jordaan, um dos bairros mais antigos da cidade, repleto de galerias de arte, cafés e bares descolados.
  9. Conferir a suntuosidade do Palácio Real, uma magnífica construção neoclássica de 350 anos. A família real vive em outro palácio e reserva este para convidados ilustres.
  10. Voltar à infância – ou levar as crianças – no Efteling, um parque de diversões com seis montanhas-russas e outras grandes atrações.

5 coisas que você não pode evitar

  1. A língua incompreensível à primeira audição. Leve um dicionário de bolso, mas não se preocupe tanto: muitos holandeses falam inglês.
  2. O labirinto de ruas, pontes e canais, que pode comprometer seu senso de direção. Se não quiser correr esse risco, leve sempre um mapa nas caminhadas ou pedaladas.
  3. A tentação de ver mais museus do que você é capaz, sem se cansar. Deixe alguns para a próxima viagem.
  4. A sensação de que a cidade onde você vive no Brasil está parada no tempo…
  5. Um certo ar blasé dos locais, já que tudo é muito natural em Amsterdã.

O que é especial em Amsterdã

Além de ser uma das cidades mais avançadas do mundo, Amsterdã é conhecida por:

  • Ter mais de 100 km de canais e 90 ilhas. Não à toa, é chamada de Veneza do Norte (como muitas outras, diga-se).
  • Ser a maior cidade da Holanda e ter status de capital, embora a sede do governo e a residência da família real fiquem em Haia. Vai entender…
  • Ser a sede do Ajax, um dos grandes times da Europa, onde nasceu o revolucionário carrossel holandês dos anos 1970, o sistema de jogo criado pelo técnico Rinus Mitchels.

Dica Top

Ir ao pub Browerij (na rua Funenkad 7), que funciona aos pés de um legítimo moinho de vento e fabrica de forma artesanal a própria cerveja, muito apreciada pelos locais. O lugar ainda não foi descoberto pelos turistas. Caso você seja um grande fã da bebida, porém, vale a pena alugar um carro e ir até Berkel-Enschot, 100 km ao sul de Amsterdã, para visitar Koningshoeven, a mais tradicional cervejaria trapista – ou seja, feita com a supervisão de monges trapistas – da Holanda.

  •   Todos

  •   Cultura

  •   Gastronomia

  •   Hospedagem

  •   Noite

  •   Consumo

  •   Esporte

  •   Música

  •   Pontos
    turísticos
Avalie esse destino:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas

Instagram

Marque suas fotos com a localização e a hashtag #topdestinos para aparecer no nosso mural.

Leia Também

 

Tel Aviv

 

Tel Aviv

Não fosse a língua, você poderia se sentir em Miami ou Barcelona, uma dessas cidades à beira-mar que transpiram uma cultura jovem, com pressa de mudança, colorida, insone. Mas Tel Aviv pertence a um país…

 

Porto

 

Porto

Nenhuma viagem a Portugal é completa sem uma passagem pelo Porto. A segunda cidade portuguesa, eterna rival de Lisboa, sempre foi um polo comercial importante, dada a sua posição estratégica no encontro do Rio Douro…

 

Lisboa

 

Lisboa

Se a lembrança que você tem de Lisboa ainda é a de um lugar preso ao passado, está mais do que na hora de voltar lá. Lisboa soube se renovar sem abrir mão do culto…

  •   Todos

  •   Cultura

  •   Gastronomia

  •   Hospedagem

  •   Noite

  •   Consumo

  •   Esporte

  •   Música

  •   Pontos
    turísticos